Crie sua vida Desenvolvimento Pessoal

Guia para criar e conquistar metas com sentido

O ano ainda nem tinha começado e a internet inteira não falava em outra coisa a não ser sobre metas. Era um monte de gente empolgada fazendo mil promessa.

E cá estamos nós: fevereiro, depois do carnaval. É a hora em que – quase – todo mundo já apagou da mente toda essa vontade de ter uma vida diferente.

O que? Escrever um livro? Viajar pelo mundo? Ah, pois é, nem lembrava! No próximo ano eu conquisto meus sonhos, prometo.

Então você desiste e decide continuar a sua vida medíocre. E aí, você vive frustrado, achando que o mundo inteiro é injusto e que sonhar é para poucos. Mas a verdade é que você não fez nada do que queria ter feito porque não fez nada do que deveria ter feito. Simples assim, as coisas só acontecem quando você faz acontecer.

Você quer arrumar um trabalho, economizar dinheiro e fazer um mochilão pela europa no final do ano, mas você sabe que mal vai conseguir pagar as contas do final do mês. Você quer acabar logo a faculdade, mas você detesta o curso que escolheu. Você quer começar a ir na academia, mas sabe que o máximo que vai conseguir é tirar selfies na frente do espelho com sua roupa fitness para postar no Instagram. Você quer ser mais organizado e produtivo, mas nem sabe direito para quê.

O seu problema não é querer ganhar mais dinheiro, viajar ou ter um estilo de vida saudável. O seu problema é não fazer a mínima ideia de por que você quer isso. Você não entende o motivo e, por isso, não tem nenhuma motivação (motivo + ação) para correr atrás do que você quer.

E é disso que tudo se trata: de ter sentido e fazer acontecer.

Confesso, eu também já estive nessa. Pensava que andar com um dólar na carteira ia magicamente me tornar uma pessoa mais abundante. Acreditava que só por pular as sete ondinhas na virada do ano, eu ia conseguir realizar todos os meus grandes desejos. E ficava revoltada quando, no final do ano, eu via que nada tinha acontecido como eu esperava.

Então, um belo dia, resolvi que não podia deixar assim. Se o Universo não queria me dar o que eu sonhava, então eu tinha que criar o que eu queria com as minhas próprias mãos, com o meu esforço. E deu certo. A minha vida começou a acontecer.

E, às vezes, ainda me pego procrastinando, planejando demais e esquecendo de me mexer. Ficar na minha, quieta e olhando a vida passar é bastante confortável. Mas uma hora começa a incomodar. Se o movimento trás medo, a falta dele machuca, dói. Tenho certeza que você já passou por isso depois de ter ficado horas e horas na frente do computador, até que suas costas não aguentaram mais.

A vida é feita de movimento. Se está parado, não está acontecendo.

Vai dar trabalho? Vai. Vai dar preguiça? Muita. Vai dar medo? Não faz ideia de quanto! As pessoas vão querer sabotar seus projetos? O tempo todo. Você vai achar que não vai dar certo? Várias vezes.

Mas há algo em você implorando para que aquilo aconteça. Não adianta esconder, eu sei que você sabe disso.

Se você chegou até aqui e se sentiu encorajado a criar e conquistar metas que façam sentido, aqui estão 9 passos e 6 dicas que você pode seguir para alcançar tudo que você quiser. Mas desde já aviso: vai demandar tempo, paciência, esforço e dedicação.

9 passos para criar metas

1. Escreva suas metas – O que você quer?

Coloque a sua intenção no mundo, torne-a real! Defina exatamente o que você quer, da maneira mais detalhada possível. Palavras como quanto, como, onde, com quem, podem ajudar a criar a sua meta.

DSS-blog-guia-para-criar-metas-com-sentido-1

2. Propósito – Por que você quer o que você quer?

Você já parou para pensar em por que você quer o que você quer? Repito: o que VOCÊ quer. Não o que você deveria querer ou o que alguém quer que você queira. Redundante, eu sei. Mas eu preciso que você entenda que se preocupar em fazer somente aquilo que é importante para você não é egoísmo e não é maldade. É simplesmente ter controle da própria vida, dar um significado valioso para todas as suas decisões e ações, ter uma fonte de motivação e inspiração durante a sua caminhada e ainda, economizar um belo tempo que você pode estar desperdiçando neste momento em fazer toda a humanidade feliz, menos você.

Esta simples ação vai fazer você tirar da sua lista de desejos um monte de coisas que só estão ocupando espaço (na sua cabeça, na sua casa, na sua agenda e na sua vida) e deixar só o que realmente importa, o que de fato faz sentido para você.

Neste passo, você vai colocar o motivo pelo qual você quer conquistar as suas metas. E uma dica de amiga: pense também nos seus sentimentos. E com isso, já te respondo à pergunta que eu fiz lá em cima: você só quer o que quer porque quer se sentir de uma determinada maneira.

DSS-blog-guia-para-criar-metas-com-sentido-2

3. Área de vida – O que vai mudar sua vida?

Saiba exatamente qual área (ou áreas) da sua vida você quer impactar com a sua meta direta ou indiretamente. Ir na academia uma vez por dia vai influenciar sim a sua saúde, mas também o seu trabalho, seus relacionamentos, sua vida social, etc. Ah, e não se esqueça também de detalhar como você acredita que a sua vida pode mudar.

DSS-blog-guia-para-criar-metas-com-sentido-3

4. Importância – Qual o nível de importância?

Agora que você vai sabe por que e como a sua meta pode trazer mudanças na sua vida, está na hora de definir a sua importância. Eu costumo dividir todas as minhas metas em urgente, importante, posso esperar e deixa prá lá.

-Urgente: coisas que eu preciso fazer neste mesmo instante porque, se não forem feitas, podem trazer consequências negativas.
-Importante: coisas que eu preciso fazer nas próximas horas ou dias, mas que não vão trazer nenhuma consequência negativa caso elas não sejam feitas.
-Posso esperar: coisas que eu preciso fazer, mas sem pressa.
-Deixa pra lá: é minha lixeira mental, metas que eu simplesmente abro mão porque não vão trazer nenhuma mudança significativa na minha vida.

DSS-blog-guia-para-criar-metas-com-sentido-4

5. Defina um prazo – Quando ou até quando você quer realizar a sua meta?

Coloque uma data de curto (1 mês), médio (1 ano) ou longo prazo (5 anos) para que a sua meta deva ser alcançada. Estipular esse tempo é fundamental para que você consiga manter o foco e não se perder no meio do caminho. Mas sem neuras: não conseguiu alcançar na data marcada? Adia para uma nova data. Deleis podem acontecer, mantenha a calma.

DSS-blog-guia-para-criar-metas-com-sentido-5

6. Recursos – Do que você precisa?

Defina quais são os recursos tangíveis (materiais e ferramentas) e intangíveis (habilidades, talentos, paixões). Pense também em que pessoas podem ajudar você!

DSS-blog-guia-para-criar-metas-com-sentido-6

7. Recompensa – O que você vai ganhar?

Aqui você pode pensar em dois tipos de recompensa: os ganhos que você vai ter quando a sua meta for alcançada e, ainda, definir um prêmio que você vai se dar a si mesmo quando conseguir realizá-la.

DSS-blog-guia-para-criar-metas-com-sentido-7

8. Renuncias – Do que você vai abrir mão?

Nessa vida nem tudo são flores e você possivelmente vai precisar fazer algumas renuncias e se comprometer a abir mão de algumas coisas (mesmo que temporalmente) para conseguir o que você quer. Perder peso significa deixar de comer aquela sobremesa gostosa; fazer um curso à noite, é substituir a sua hora da novela por uma aula.

DSS-blog-guia-para-criar-metas-com-sentido-8

9. Plano de Ação – O que você precisa fazer?

Você já escreveu suas metas e está tudo lindo! Mas agora vem a parte mais importante: a ação. Para criar o seu plano de ação, você vai dividir as suas metas em outras cada vez menores e em períodos de tempo mais curtos.

Exemplo:
– Meta: escrever um livro até o final do ano.
– Meta mensal: escrever um capítulo por mês.
– Meta semanal: escrever duas folhas por semana.
– Meta diária: definir o título do livro.

Dessa forma, você vai ter um plano de ação contínuo e saber sempre quais são os próximos passo a serem dados, mesmo que sejam pequenos. O importante é que você se mantenha em movimento!

Agora que você conhece o passo a passo e sabe como criar metas que façam sentido para você e que tragam mudanças significativas na sua vida, deixa eu te dar algumas dicas.

DSS-blog-guia-para-criar-metas-com-sentido-9

6 dicas para conquistar suas metas

• Priorize: uma é mais importante do que outra.

Você definiu a importância das suas metas lá no passo nº 3. Agora, está na hora de hierarquizá-las, colocar uma ordem nisso tudo. Para isso:

1. faça uma lista de todas as suas metas. Aqui não precisa ser nada detalhado não, só algumas palavras-chave já servem.
2. Exclua da sua lista uma meta, a que você considera que é a menos importante.
3. Anote a meta que você excluiu na última posição da sua lisa.
4. Continue excluindo uma por uma e colocando-as nas posições correspondentes (de baixo para cima).
Agora você tem uma lista de metas hierarquizada da mais importante à menos importante. Mantenha seu foco sempre nas primeiras, certo?

DSS-blog-guia-para-criar-metas-com-sentido-10

• Uma coisa de cada vez e no momento certo.

Você acabou de escrever as suas metas, a empolgação grande e provavelmente você decidiu mudar a sua vida inteira num segundo: fazer mais exercício físico, abrir a própria empresa, fazer dieta, sair mais os os amigos e planejar a viagem dos sonhos. Tudo ao mesmo tempo.

E eu preciso te falar a real: desse jeito você não vai chegar a lugar nenhum. Falo por experiência própria, eu sou a rainha do imediatismo e das multitarefas. Mas eu aprendi que tudo tem o seu momento certo. O que eu faço – e aqui vai a minha dica – é definir uma ordem para cada uma das minhas metas. Meditar todos os dias em março e ir na academia em abril, por exemplo. E, então, eu me concentro apenas em meditar todos os dias em março. Se consigo ir na academia, é bônus.

DSS-blog-guia-para-criar-metas-com-sentido-11

• Seja consistente.

Anote e revise todas as suas realizações. Todas mesmo. Lembra que você dividiu sua meta final em pequenas metas diárias, semanais, mensais e anuais? Então, você vai anotar todas as que você alcançou diariamente, semanalmente, mensalmente, e anualmente. Você vai identificar o que você fez bem e precisa continuar fazendo e o que precisa mudar.

Tenha horário fixo na sua agenda reservado para fazer isso. Eu costumo anotar e revisar minhas metas todos os dias quando finalizo meu horário de trabalho (você pode fazer antes de dormir), todas as segundas feitas (dá para fazer no domingo, se preferir), todo fim de mês (no início também conta) e todo ano (se a meta for anual). Esta talvez seja a dica mais difícil, porque significa que você precisa criar um novo hábito na sua vida e na sua rotina.

DSS-blog-guia-para-criar-metas-com-sentido-12

• Seja flexível.

Nenhum plano sobrevive ao campo de batalha e tenho certeza que você vai sentir isso na pele quando estiver realizando suas metas. Mas entenda: metas são meios que devem servir a você e não você servir às suas metas. Eu já perdi a conta de quantas vezes eu me frustrei por não conseguir cumprir metas no prazo certo ou por descobrir que não faziam nenhum sentido na minha vida. E depois de tanta dor de cabeça, aprendi que quem manda nessa sou eu.

Por isso, não há problema nenhum em você aumentar o prazo, mudar ou desistir de uma meta. Aliás, isso deve – e vai – acontecer.

DSS-blog-guia-para-criar-metas-com-sentido-13

• Foque nos sentimentos.

Eu já comentei que por trás dos nossos desejos estão os nossos sentimentos. Você quer viajar pelo mundo para se sentir livre, abrir a sua empresa para se sentir empoderado, escrever um livro para sentir que está contribuindo com as outras pessoas. Então, se há algo desse texto que eu queria muito que você lembrasse é: mantenha esses sentimentos que você deseja ter quando alcançar a sua meta presentes no seu dia a dia, mesmo antes da sua meta ser conquistada. Sinta que você já é quem gostaria de ser, já sabe o que gostaria de saber, já tem o que o que gostaria de ter, já faz o que gostaria de fazer.

DSS-blog-guia-para-criar-metas-com-sentido-14

• Agradeça.

Pouco a pouco, pequenas coisas vão começar a acontecer e mudar na sua vida. Agradeça por cada uma delas, o tempo todo. Vários estudos da Psicologia Positiva comprovam os benefícios da gratidão, que está totalmente relacionada com a nossa felicidade. É bem simples: quando você sente gratidão, você coloca seu foco nas coisas positivas. E enquanto mais coisas positivas você se foca, mais feliz você se sente. Eu sou a prova viva disso. Enquanto mais agradeço, mais a vida me da motivos para agradecer por ela.

DSS-blog-guia-para-criar-metas-com-sentido-15

Resumindo:

9 passos para criar metas
1. Escreva suas metas – O que você quer?
2. Propósito – Por que você quer o que você quer?
3. Área de vida – O que vai mudar sua vida?
4. Importância – Qual o nível de importância?
5. Defina um prazo – Quando ou até quando você quer realizar a sua meta?
6. Recursos – Do que você precisa?
7. Recompensa – O que você vai ganhar?
8. Renuncias – Do que você vai abrir mão?
9. Plano de Ação – O que você precisa fazer?

6 dicas para conquistar suas metas
• Priorize: uma é mais importante do que outra.
• Uma coisa de cada vez e no momento certo.
• Seja consistente.
• Seja flexível.
• Foque nos sentimentos.
• Agradeça.

Minhas inspirações:

Moporã
Juliana Garcia
Sílvia Pahins

Gostou do texto? Deixa seu comentário aqui embaixo e me conta quais são as suas metas para este ano, vou adorar saber!

QUER COLOCAR ESSAS MUDANÇAS EM PRÁTICA?

O Planner • DSS é um guia de desenvolvimento pessoal para ajudar você a ter mais produtividade com autoconhecimento na prática!

Compartilhe!

Comentários

Comentários

Você também vai curtir:

2 Comentários

  • Reply
    Telma Melissa Armanini
    9 de março de 2016 at 12:35

    Olá Valentina… Quero deixar aqui o meu registro de que fiquei extremamente encantada com este post!! Recebo muitos e-mails, sobre organização gestão do tempo, propósito de vida… Não sei o motivo de ter guardado o seu, mas algo chamou a atenção e resolvi “dar uma chance” (nada presunçosa eu, hein?). Na verdade percebo que há uma cultura do “todo mundo sabe tudo” tão forte que acabei me fechando para muita coisa nova… inclusive as boas! E que bom que pude me abrir para este novo olhar!! Gratidão imensa e desejo muito sucesso!! com carinho, Telma

    • Reply
      valentinaricoo
      9 de março de 2016 at 22:27

      Oi Telma! Fico muito emocionada com o teu comentário, obrigada! Eu entendo perfeitamente, também estou lotada de informação sobre esses assuntos (que são muitas vezes bem repetitivos), mas que bom que você deu essa chance e espero, de coração, que tenha te ajudado! Depois me conta se você está conseguindo conquistar todas as suas metas 🙂 beijão enorme e gratidão ♥

    Deixe sua mensagem!

    RECEBA O SPOILER DO BEM! :)

    Quer receber os melhores conteúdos do Descubra seu Sentido, dicas, desafios e presentes exclusivos no seu e-mail? Te cadastra no Spoiler do Bem!
    Nome
    Idade
    E-mail
    Não se preocupe, também odiamos spam :)