Crie seu trabalho Desenvolvimento profissional

Você está fazendo o que ama neste EXATO momento?

Recentemente publiquei um texto falando sobre o quão estranho é fazer o que se ama. Isto porque eu fui educada por uma geração em que ter um diploma era, não apenas um sonho ou uma meta de vida, mas sim uma necessidade. E eu cresci escutando que para ser reconhecida e respeitada no mercado de trabalho – e na vida – eu precisava ser empregada de uma empresa ou, melhor ainda, empregadora da minha própria.

Trabalhar em casa nem pensar, era coisa de vagabundo. Estudar apenas o que a escola ensina para conseguir uma boa vaga numa boa faculdade que garanta um bom emprego para ter um bom salário e assegurar um bom futuro. Bom pra quem?

Eu aqui, levantando a minha bandeira do “seja feliz e faça o que você ama”, sou até percebida como louca no meio de gente dita normal, que sofre a vida inteira estudando coisas que detesta para conseguir uma vaga na faculdade que detesta para garantir um emprego que detesta para ter um salário que detesta e assegurar um futuro que…vocês já sabem.

Acontece que muitas vezes o meu discurso, nos ouvidos dos outros, parece um tanto inconsequente. Eu me atrevo mesmo a dizer para os jovens da nova geração – da minha geração – que o mundo mudou e as possibilidades de trabalho mudaram radicalmente.

Sim, eu faço faculdade de Psicologia porque eu sonho em ser psicóloga. Eu vibro cada vez que me imagino conseguindo ajudar alguém, eu sou consumidora compulsiva de conteúdo sobre essa área pela qual sou tão apaixonada. Porém, as pessoas continuam com uma enorme dificuldade de entender que elas são autoras da sua própria história e o que me faz vibrar, não faz nem cosquinhas no cara do meu lado.

Isso significa que por mais que a maioria das pessoas ainda procurem uma graduação profissional, você não é necessariamente obrigado a entrar numa faculdade se não quiser. E está tudo bem.

Entretanto, preciso deixar muito claro duas coisas:

• Fazer o que se ama não é fácil. 

Quando tornamos nosso trabalho uma extensão de nós mesmos e misturamos o quem somos com o que fazemos, as coisas ficam um tanto quanto complicadas, já que temos o dever de estar num profundo e constante processo de autoconhecimento e de consciência. Nossos sentimentos se tornam nossos principais guias e a intuição é a bússola que nos aponta para o nosso próprio norte. Além disso, não temos chefe e nem horário para trabalhar, o que propicia uma mistura entre lazer e trabalho sem início, meio e fim. O filme que eu vejo enquanto descanso me gera insights para meu negócio. O processo criativo para meu projeto me oferece um novo olhar sobre minha própria vida. Meus amigos e familiares viram meus parceiros. E as redes sociais…prefiro não comentar!

• Você não precisa largar tudo neste exato momento para fazer o que ama.

A vida é um processo de transformação e transição e assim é também – ou deveria ser – a sua profissão. Não se desespere se os seus amigos estão por aí cantando vitória e se gabando dos ótimos resultados que têm tido com seu próprio negócio que tanto amam. Deixa isso na conversa e bar e não leva para casa. Talvez você esteja vendo apenas a pontinha do iceberg, mas esqueceu de olhar toda a construção que essas pessoas precisaram estabelecer para chegar onde estão hoje. Comece dando um passo de cada vez e vá construindo seu próprio castelo. Se você está infeliz com seu emprego atual, estabeleça metas e prazos para sair. Se não está gostando da faculdade, comece a pensar em novas possibilidades de profissão. Se ainda nem saiu da escola, desde já inicie a busca por uma profissão que possa fazer sentido para você.

Para compreender melhor as mudanças pelas que o mundo está passando, que possibilitam que a nossa geração trabalhe com o que ama, sugiro este vídeo, um resultado de estudos realizados pela Box1824 e a minha inspiração para escrever este texto!

Compartilhe!

Comentários

Comentários

Você também vai curtir:

Seja o primeiro a comentar!

Deixe sua mensagem!

RECEBA O SPOILER DO BEM! :)

Quer receber os melhores conteúdos do Descubra seu Sentido, dicas, desafios e presentes exclusivos no seu e-mail? Te cadastra no Spoiler do Bem!
Nome
Idade
E-mail
Não se preocupe, também odiamos spam :)