Crie sua vida Desenvolvimento Pessoal

Sim, você pode.

Quando eu era criança, uma das atividades que eu mais fazia com meu pai e meu irmão era andar de bicicleta. Meus pais são divorciados e por isso, a maior parte do tempo que passei com meu pai foi em praças e ciclovias. Em Bogotá, cidade em que eu nasci, todos os domingos as bicicletas tomam conta das avenidas – é algo lindo de se ver! Lembro que domingo sim, domingo não, saíamos para andar pela cidade, logo de manhã, e voltávamos no final da tarde. Mas a bicicleta foi sempre um desafio para mim: meu irmão, dois anos mais novo, aprendeu antes de mim e eu sempre me senti mal por isso. Ademais, meu condicionamento físico não me permitia andar em lombas e em longas distâncias sem passar mal, sem sentir que não ia aguentar, que não ia conseguir. Acontece que nessas horas, quando eu pensava em desistir, meu pai dizia “deixa de dizer que não podes” e me fazia sempre repetir a mesma frase “Yo si puedo”, que no bom português seria algo como “Sim, eu posso”.

E naquele instante eu era tomada por um sentimento de raiva: raiva por pensar que não era capaz, raiva por me sentir limitada, raiva por ver que meu irmão estava conseguindo e eu não, raiva por acreditar que estava decepcionando meu pai, que sempre quis me ver vencedora. Então essa raiva era transformada em algo maior, eu me via empoderada querendo mostrar para mim, para meu pai e para meu irmão que eu podia. SIM, EU PODIA. Então, com os olhos encharcados de lágrimas, eu subia de novo na bicicleta e pedalava mais forte do que nunca e mais rápido do que antes.

Esse fato não aconteceu uma, nem duas vezes…Foram longos anos passando por esse processo.

Há três meses eu comprei uma bicicleta e, depois de pelo menos 5 anos sem andar, eu decidi me desafiar novamente. Dessa vez sem meu pai do meu lado fisicamente – agora a gente mora a mais de 6.355 km de distância -, mas com aquela vozinha que dizia “Sim, eu posso”. E eu pude, eu consegui! Da Zona Norte de Porto Alegre, fui para na Zona Sul. Ok, amigos que andam de bike, eu sei que isso é rotina para vocês, mas para mim, foi uma pequena grande vitória!

Aquela menina, que sentia raiva e decepção, cresceu e decidiu começar a encarar os obstáculos que a vida lhe apresenta como desafios e não mais como limitações.

Então se algum dia você pensar que está cansado demais e que não vai aguentar, lembre-se: sim, você pode.

Compartilhe!

Comentários

Comentários

Você também vai curtir:

Seja o primeiro a comentar!

Deixe sua mensagem!

RECEBA O SPOILER DO BEM! :)

Quer receber os melhores conteúdos do Descubra seu Sentido, dicas, desafios e presentes exclusivos no seu e-mail? Te cadastra no Spoiler do Bem!
Nome
Idade
E-mail
Não se preocupe, também odiamos spam :)